IMPACTOS DO USO DE JOGOS DE RACIOCÍNIO, MÉTODOS METACOGNITIVOS E INTERVENÇÕES PLANEJADAS NAS FUNÇÕES EXECUTIVAS DE DEPENDENTES QUÍMICOS

Anita Lilian Zuppo Abed, Sandra Regina Rezende Garcia, Cláudio Elias Duarte, Silvia Sampaio Amaral, Adriada Leico Oda, Telma Pantano

Resumo


Objetivo: Analisar impactos, nas funções executivas “controle inibitório”, “atenção”, “flexibilidade” e “planejamento”, decorrentes da aplicação de um programa de estimulação em pacientes internados para tratamento de dependência química em álcool e drogas. Metodologia: Trata-se de uma pesquisa longitudinal, intervencionista, com grupo experimental e de controle. Foi realizada uma avaliação antes e outra após a aplicação do programa de estimulação (duas semanas e meia de intervalo) através dos testes: ASSIST, SOCRATES, URICA, Teste de Atenção por Cancelamento, Teste Stroop, Teste de Trilhas e Torre de Londres. O programa aplicado no grupo experimental, composto por dezoito encontros, fundamenta-se na Metodologia Mind Lab, que tem como características: a) intervenções intencionais e planejadas do mediador; b) utilização de jogos de raciocínio, que são explorados como espaços de simulação de situações do cotidiano; c) construção de ferramentas (estratégias e métodos metacognitivos) para utilizar nos jogos; d) promoção de reflexões sobre como usar essas ferramentas estudadas em situações do cotidiano.  Nos encontros realizados, procurou-se levar os participantes a refletir sobre sua condição de dependente químico e como poderiam usar as ferramentas estudadas para evitar recaídas, melhorar suas relações familiares e no trabalho e “reescrever” seus projetos de vida após a saída do hospital. Resultados: Foi realizada análise comparativa, entre os grupos “experimental” e “controle”, em relação à caracterização sociodemográfica, nível de dependência química, prontidão para a mudança e testes neuropsicológicos.  Conclusão: Os resultados indicam que as funções executivas atenção, controle inibitório e planejamento tiveram desenvolvimento maior no grupo experimental, quando comparados com o grupo de controle.


Palavras-chave


Transtornos Relacionados ao Uso de Substâncias; Drogas Ilícitas; Prevenção e Controle; Reabilitação

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


APOIO

 

 

Revista Brasileira de Neurologia e Psiquiatria. ISSN: 1414-0365