IMPACTO DA DEPRESSÃO NA VIDA LABORAL DO PACIENTE COM TRANSTORNO DEPRESSIVO

Haialla Pedreira Lemos, Camilla Sampaio Silva Matos, Marcia Cristina Maciel de Aguiar

Resumo


Introdução: A depressão caracteriza-se por um transtorno de humor muito comum na atualidade, onde o indivíduo perde o interesse e o prazer nas atividades cotidianas. É tida como o mal do século, sendo uma das causas de incapacitação do indivíduo em diversos aspectos, inclusive na sua vida laboral. Por falta de ânimo, muitos acabam abandonando o trabalho e isso acarreta consequências tanto no âmbito pessoal quanto profissional. Objetivo: Conhecer como a depressão impacta na vida laboral do paciente com transtorno depressivo. Método: Estudo descritivo, de corte transversal, qualitativo, baseado em narrativas orais realizado com pacientes que apresentam diagnóstico de depressão e estão em tratamento em um ambulatório de hospital público de referência, em Salvador-Ba. Como instrumento de coleta de dados foi aplicado um questionário sócio demográfico para traçar o perfil dos pacientes e mais duas questões abertas elaboradas pela pesquisadora para serem respondidas pelos mesmos. Os dados foram analisados com base na análise de conteúdo. Resultado: A partir desse estudo foi possível observar através dos discursos obtidos pelos pacientes nas questões abertas que os sintomas do transtorno depressivo impactaram de forma direta na vida laboral de todos os pacientes entrevistados. Paralelo a isso, pôde-se evidenciar que eles utilizaram estratégias de enfrentamento para lidar com a doença no seu meio profissional. Conclusão: Contudo, com base nesta pesquisa, pode-se concluir que, de fato, o transtorno depressivo tem impacto direto e inquestionável na vida laboral do paciente com depressão.


Palavras-chave


Emprego; Depressão; Perfil de impacto da doença

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


APOIO

Revista Brasileira de Neurologia e Psiquiatria. ISSN: 1414-0365