HEMORRAGIA INTRACEREBRAL EM PACIENTES ACIMA DE 80 ANOS DE IDADE

Swellen Caroline Amorim Aragão Silva, Joilson Francisco Souza Júnior, Leticia Adrielle Santos, carlos umberto pereira

Resumo


 

Introdução: A hemorragia intracerebral (HIC) decorre de uma lesão vascular. Estima-se que, em pacientes acima de 80 anos, a prevalência é de 24,6/1000 habitantes por ano. Vários fatores de risco são relacionados: idade, hipertensão arterial sistêmica (HAS), diabetes mellitus (DM), hipocolesterolemia, etilismo, tabagismo e cardiopatias. A tomografia computadorizada (TC) é o exame de imagem inicial para o diagnóstico. O tratamento pode ser conservador ou cirúrgico.  Metodologia: Estudo prospectivo, longitudinal e descritivo. Foram coletados dados a partir da análise de prontuários de pacientes com HIC espontânea com idade igual ou superior a 80 anos, internados no serviço de neurocirurgia do Hospital de Urgências de Sergipe (HUSE) em Aracaju-Sergipe.  Resultados: Foram estudados 50 pacientes. A média de idades foi 83,4 anos. Quanto ao gênero, 62% eram do sexo masculino e 38% feminino. Em 70% apresentavam HAS e 28% DM. Em 26% dos pacientes não foram relatados fatores de risco. A TC foi realizada em todos os pacientes. Os lobos cerebrais foram acometidos em 34% núcleos da base 26%, tálamo 20%, tronco cerebral 10% e cerebelo 10%. Dos 50 pacientes, 34 (68%) resultaram em óbito, 16 (32%) receberam alta hospitalar. Conclusão: A idade exerce papel fundamental no curso e no prognóstico de HICE. É importante caracterizar o grupo de pacientes acima de 80 anos para obter as ferramentas necessárias para a implementação de medidas preventivas com o intuito de atenuar os impactos da HICE no grupo estudado.


Palavras-chave


Acidente vascular cerebral; Hemorragia cerebral; Idoso

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


APOIO

Revista Brasileira de Neurologia e Psiquiatria. ISSN: 1414-0365