PARACOCCIDIOIDOMICOSE DISSEMINADA COM COMPROMETIMENTO DO SISTEMA NERVOSO CENTRAL, TESTICULAR, PULMONAR E ADRENAL: RELATO DE UM DESAFIO DIAGNÓSTICO

José Alexandre, Marcos Vinicius Alves, Marcos Roberto Rezende, Paula Reis, Heloisa Catalá

Resumo


Neste relato de caso, irá ser descrito um caso atípico de paracoccidioidomicose. A Paracoccidioidomicose é uma doença de alta prevalência no estado do Mato Grosso, o agente etiológico, Paracoccidioides brasiliensis, é um fungo dimórfico que habita os solos, infectando lavradores entre a segunda e terceira década de vida. Seus sintomas, na forma mais prevalente, passam a se manifestar entre a quarta e quinta década de vida. Por ser uma doença granulomatosa, pode ter múltiplas facetas clínicas. Diante disso, será relatado um paciente com forma disseminada, manifestando a doença não pelas formas mais comuns: pulmonar e cutânea. Mas sim, com insuficiência adrenal, forma cerebral e testicular. Como não se sabia a etiologia, visto que não foi conseguido isolar o agente em diversos materiais, a forma cerebral levou o paciente a ser tratado para neurotoxoplasmose e neurotuberculose empiricamente. Todavia, foi a partir de uma lesão expansiva testicular à direita, que levou à orquiectomia, sendo identificado o patógeno no anátomo-patológico. Assim, pela peculiaridade do caso e pela alta incidência dessa afecção, devemos acrescentar paracoccidioidomicose cerebral nos diagnósticos possíveis, quando há múltiplas lesões cerebrais com reforço anelar.


Palavras-chave


Paracoccdioidomicose; Neuroparacoccdioidomicose; Neuroimagem; Abscesso fúngico; Orquiectomia

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


APOIO

Revista Brasileira de Neurologia e Psiquiatria. ISSN: 1414-0365