CONHECIMENTO DOS RISCOS ASSOCIADOS PARA O CONSUMO DE DROGAS INTELIGENTES NA POPULAÇÃO UNIVERSITÁRIA NO CHILE: ESTUDO RANDOMIZADO, CONTROLADO E CEGO

Javier Igancio Vidal Olivos, Elsa Sandoval, Lizet Osorio, Jaime Eduardo Ocaranza Ozimica, Ivo IIvan Kerppers, Danillo Barbosa

Resumo


As drogas inteligentes, também chamadas de nootrópicos, que vêm do grego nous (mente) e tropos (movimento), é um tipo de droga lícita emergente cujo principal efeito é manter o estado de vigília. Na população há muito pouco conhecimento sobre quais elementos compõem esse tipo de droga, quais são seus efeitos adversos e quais os riscos que esse tipo de substâncias podem causar para a saúde. Como resultado do referido, queremos determinar os hábitos de consumo e o nível de conhecimento sobre esse tipo de drogas, através de um estudo transversal através de uma pesquisa aplicada a estudantes de uma universidade privada na região metropolitana. Atualmente, há um consumo crescente dessas drogas, enquanto o ambiente em geral ainda não está ciente dos danos que poderiam causar. O objetivo deste estudo foi determinar a quantidade de uso inteligente de drogas e identificar o conhecimento de seus efeitos adversos.


Palavras-chave


Drogas inteligentes; Estado de vigília; Estimulantes; Consequências

Texto completo:

PDF (Español (España))

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


APOIO

 

 

Revista Brasileira de Neurologia e Psiquiatria. ISSN: 1414-0365