SÍNDROME DAS PERNAS INQUIETAS INDUZIDO POR FLUVOXAMINA? DESCRIÇÃO DE CASO CLÍNICO

Ana Filipa Gomes Amorim, José David Estevens Eduardo

Resumo


O Síndrome das Pernas Inquietas é uma condição neurológica comum que frequentemente interfere com o sono e a qualidade de vida do doente. Apesar dos resultados dos estudos realizados até à data serem controversos, os Inibidores Seletivos da Recaptação da Serotonina e os Inibidores da Recaptação da Noradrenalina e da Serotonina, parecem assumir um papel de potenciais desencadeadores/agravantes do Síndrome. Neste artigo, descreve-se o caso de uma jovem de 24 anos, medicada com Fluvoxamina na dose de 100 mg para tratar uma Perturbação de Pânico, que agravou francamente os sintomas e a frequência de um Síndrome das Pernas Inquietas. O quadro reverteu com a suspensão do fármaco. Este parece ser o primeiro caso a descrever o desencadeamento/agravamento de um Síndrome das Pernas Inquietas associado ao uso de Fluvoxamina. Enquanto se aguardam novos estudos que esclareçam a patogénese da doença e assim ajudem a clarificar o potencial papel daqueles antidepressivos no desencadeamento/agravamento do Síndrome das Pernas Inquietas, alerta-se os clínicos para esta possível associação, que implicará a suspensão do fármaco em causa.


Palavras-chave


Síndrome das Pernas Inquietas; Fluvoxamina

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


APOIO

 

 

Revista Brasileira de Neurologia e Psiquiatria. ISSN: 1414-0365