INFLUÊNCIA DA COVID-19 NO SNC

Débora Salles, Samara Ferreira Santino, Andréa Cristina de Moraes Malinverni, João Norberto Stávale

Resumo


A pandemia causada pelo novo coronavírus (SARS-Cov-2) tem gerado enormes problemas e questionamentos nos sistemas de saúde em todo o mundo. Vários estudos estão surgindo para comprovar a capacidade do neurotropismo do coronavírus e suas consequências a curto e longo prazo. Portanto, aqui, pretendemos fornecer informações sobre a relação entre o coronavírus e o sistema nervoso central em diferentes aspectos. O presente estudo foi conduzido em busca dos estudos publicados disponíveis no NCBI; PubMed, MEDLINE, Scielo e Google Scholar, usando palavras-chave relacionadas a coronavírus e sistema nervoso central. Além dos sintomas mais comuns de COVID-19 que são febre, tosse, dispneia e mialgia, anosmia e ageusia também têm uma alta incidência em pacientes infectados por SARS-CoV-2. Há relatos de invasão cerebral pelo coronavírus, que já foi previamente associado a células gliais, bem como evidências que confirmam a frequência e prevalência três vezes maior de doenças cerebrovasculares em pacientes acometidos por COVID-19. Entender os efeitos que o coronavírus pode ter no sistema nervoso central é essencial para aprender mais sobre as possíveis consequências da COVID-19. Sabe-se que a doença pode causar complicações neurológicas e a compreensão desses processos pode auxiliar na detecção da presença viral e no tratamento adequado para esses pacientes. Espera-se que em breve existam mais maneiras de continuar a aprofundar esse conhecimento.


Palavras-chave


Coronavírus; SARS-Cov-2; COVID-19; Sistema nervoso central; Distúrbios neurológicos; Neurônios

Texto completo:

PDF (English)

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


APOIO

Revista Brasileira de Neurologia e Psiquiatria. ISSN: 1414-0365