LESÃO TRAUMÁTICA BILATERAL DO NERVO ABDUCENTE: UM RELATO DE CASO

Carlos Alexandre Martins Zicarelli, Regina Célia Poli Frederico, Victor Guilherme Batistela Pereira, Francisco Spessatto Pesente, Francisco Spessatto Pesente, João Paulo Bispo Gonçalves, José Ângelo Favoreto Guarnieri

Resumo


O trauma crânio encefálico (TCE) tem grande importância socioeconômica devido a sua alta taxa de mobimortalidade. O TCE envolvendo paralisia bilateral sexto nervo craniano é uma situação rara e apresenta olhar fixo, diplopia e olhar convergente. Relatamos um homem com 59 anos que sofreu paralisia bilateral do nervo abducente por origem traumática decorrente de um acidente automobislístico. Apresentou estrabismo, diplopia e consequente visão prejudicada. As opções de tratamento foram oclusão unilateral por tampão ocular e injeção de toxina botulínica e, após um ano, cirurgia de ressecção do músculo reto medial. Devido a raridade e relevância do caso, é importante evidenciar os métodos diagnósticos e opções terapêuticas.


Palavras-chave


Traumatismo Encefálico; Traumatismo do Nervo Abducente; Paralisia

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


APOIO

 

 

Revista Brasileira de Neurologia e Psiquiatria. ISSN: 1414-0365