TRIAGEM DE TRANSTORNOS ALIMENTARES EM ESTUDANTES UNIVERSITÁRIOS NA ÁREA DA SAÚDE

Lilian Cavalheiro de Almeida, Larissa Figueredo Piologo, Lene Garcia Barbosa, José Gabriel de Oliveira Neto

Resumo


O comportamento alimentar tem sido alterado ao longo dos anos e muito influenciado pelos padrões culturais e pela mídia. A sociedade, com sua cultura e suas tradições, estabelece os critérios que o jovem deverá suplantar para firmar a sua identidade. A imagem corporal é o centro dessa identidade e, não raro, condiciona o comportamento alimentar. Este trabalho objetivou analisar o comportamento alimentar de universitários da área da saúde. Para tanto, foi usado o Teste de Atitudes Alimentares (EAT-26), cuja finalidade é identificar indivíduos com padrões alimentares anormais, e um questionário complementar. Foram avaliados 300 alunos (ambos os sexos), sem limites de idade. O resultado mostrou que alunos do curso de nutrição apresentam maior tendência aos comportamentos alimentares inadequados, com uma porcentagem de 30%. Uma análise realizada com fatores de risco para alteração do EAT-26, demonstrou que o uso de suplementos alimentares e medicamentos são estatisticamente significativos e podem contribuir para um possível distúrbio alimentar. Concluiu-se que esses universitários apresentam comportamentos alimentares inadequados, os quais devem ser alvo de avaliação mais detalhada e de intervenção.

Palavras-chave


Imagem corporal; Comportamento alimentar; Transtorno alimentar

Texto completo:

PDF

Apontamentos



APOIO

Revista Brasileira de Neurologia e Psiquiatria. ISSN: 1414-0365